terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A rosa e o jardineiro


Feliz é o jardineiro que rega a sua rosa em vez de esperar somente a chuva

Feliz é o jardineiro que cuida sua terra em vez de apertá-la em um confinamento

Feliz é o jardineiro que alimenta sua flor em vez de deixá-la à míngua catando sobras da volta

Feliz é o jardineiro que aprecia o perfume que ela exala em vez de o desprezar deixando que se perca no vento seu aroma

Feliz é o jardineiro que apara seus espinhos em vez de deixar que eles o finquem 

Feliz é o jardineiro que a protege das pragas à sua volta em vez de achar que a culpa é da rosa que as atraiu

Feliz é o jardineiro que contempla sua beleza em vez de deixar que somente os outros o façam

Feliz é o jardineiro que exibe seu esplendor em vez de escondê-la

Feliz é o jardineiro que a toca com cuidado em vez de apertá-la de tal modo a sufocar

Feliz é o jardineiro que se orgulha de sua rosa em vez de ignorá-la como uma a mais

Feliz é o jardineiro que a elege como rainha de seu jardim em vez de querer que outras flores tenham seu lugar

Mas, apesar de tudo, feliz mesmo é aquela rosa...

que sabe que, apesar de qualquer jardineiro, sua beleza não é para ele, mas para seu Criador.

---

Homens leitores do Femina, sejam como esse jardineiro. Esses verbos em negrito descrevem a missão de todos vocês!

Queridas leitoras, não esqueçam que vocês são as rosas. Honrem seus maridos, sabendo que essa honra é uma forma de exaltar o Senhor.

2 comentários: