Minha fé

Sou católica, pela graça de Deus. Procuro passar meus valores humanos e cristãos em minhas postagens. Nem sempre de modo explícito. Mas eles estão lá, informando o que escrevo, pautando minhas dicas de moda, incentivando a elegância como manifestação do amor a Deus e ao próximo. 

Você pode entender melhor a minha proposta, conjugando fé, moda e elegância clicando aqui. E na tag formação, você encontrará inúmeros textos que a ajudarão a compreender bem o que tento passar aqui.

E para conhecer como fui encontrar a Cristo e crer nele como meu Senhor, Rei e Salvador, rendendo-me à Sua graça, e convertendo-me à Sua Santa Igreja, leia o meu testemunho

Infelizmente, hoje muita gente que se diz católica acha que pode falar em nome da Igreja Católica e acaba colocando os pés pelas mãos. A mídia, sempre tão especializada quando fala de economia, política ou futebol, não está preparada para noticiar fatos do meio cristão e católico, e nesse sentido distorce muita coisa quando quer comentar alguma fala do Papa ou dos Cardeais e Bispos.

Informação segura se encontra, no site da Santa Sé de Roma, que governa a Igreja. Ali você encontrará notícias corretas sobre o dia a dia do Papa, seus discursos, os documentos oficiais da Igreja, encíclicas de vários Papas, e outros documentos dos órgãos que auxiliam o Santo Padre na condução do seu rebanho.



Para conhecer as razões da nossa fé católica, e os motivos pelos quais cremos nela, inclusive com respostas às objeções mais comuns de outros cristãos ou de não-cristãos, por favor, pesquise o portal Veritatis Splendor - de cuja equipe, aliás, já fiz parte anos atrás.


Caso seja católico e queira aprender mais sobre liturgia - inclusive ver como ela nem sempre é respeitada nas paróquias brasileiras -, visite o nosso blog Salvem a Liturgia, dirigido por meu marido e composto por uma equipe fantástica de gente séria que muito tem ajudado na formação de muitos leigos e padres.



Enfim, para melhor viver a fé cristã em família, indico iniciativa que meu marido e eu mantemos: Domestica Ecclesia, o blog da Igreja Doméstica.



Saiba que faço minhas orações na intenção de todos os que me visitam. E se você quer um aconselhamento especial ou deseja buscar mais a Deus e ter um encontro pessoal e verdadeiro com Cristo, entregando sua vida a Ele, ou então passa por problemas e quer apenas conversar, não hesite em mandar-me um e-mail: aline@blogfemina.com


8 comentários:

  1. Que prazer imenso encontrar um blog católico hoje em dia, é tão difícil! Fico feliz que existam mulheres tradicionais e blogueiras que possam estar tbm testemunhando um pouco mais da nossa fé <3 um abraço! 48janeiros

    ResponderExcluir
  2. Olá! Fiquei um pouco confusa com seu blog. A senhora fala de modéstia e de pudor, mas não entendi fotos suas com decotes grandes, uso de calças e ainda com blusas curtas, mostrando um pouco a barriga; há fotos ainda de saias acima do joelho. Não entendi!

    ResponderExcluir
  3. Marielly, obrigada pela mensagem e pela confiança.

    Por favor, leia os seguintes artigos com atenção para entender a minha visão sobre o tema:

    http://www.blogfemina.com/2015/08/todas-nos-devemos-nos-vestir-iguais.html

    http://www.blogfemina.com/2015/08/7-segredos-incriveis-para-ser-modesta.html

    http://www.blogfemina.com/2015/07/5-super-dicas-para-voce-se-vestir-com.html

    http://www.blogfemina.com/2015/06/5-erros-sobre-moda-e-modestia-que-voce.html

    http://www.blogfemina.com/2015/02/o-passo-passo-para-se-vestir-com.html

    http://www.blogfemina.com/2014/10/9-sinais-de-que-sua-concepcao-de.html

    http://www.blogfemina.com/2014/06/beleza-feminina-dom-e-reflexo-da-beleza.html

    http://www.blogfemina.com/2014/04/moda-na-presenca-de-deus.html

    http://www.blogfemina.com/2014/04/comprimentos-de-saia.html

    http://www.blogfemina.com/2013/08/nem-tao-ao-ceu-nem-tao-terra.html

    Evidentemente, podes ter uma concepção diferente, dentro da liberdade que a Igreja nos dá.

    Espero que pensamentos diferentes, mantendo a mesma fé católica e fiéis aos mesmos princípios, ainda que com aplicações diferenciadas deles, não nos afastem.

    Em Cristo, Nosso Senhor,

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, continue com as postagens. Já estou casado com minha santa esposa há 25 anos, e o mais difícil nesta caminhada é encontrar casais realmente que acreditam na Fé. Salve Jesus, Maria e José.

    ResponderExcluir
  5. Aline. Outra questão. Qual a sua opinião pela proliferação (até no meio católico) de plásticas, botox e tintura nos cabelos? É quase impossível ver uma jovem senhora na Missa sem estar com os cabelos tingidos...e do que falar das de mais idade... de minha parte sou contra. Não vejo Nossa Senhora a fazer isso se vivesse nos dias de hoje. Qual sua opinião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex,

      1. Não é ilícito querer se embelezar, se a solteira faz isso para ser atraente e conseguir um bom casamento, ou se a casada faz isso para agradar o marido e ajudar a trabalhar e desenvolver o amor (que passa também pelo aspecto físico). Igualmente, para sua autoestima, se não envolver soberba ou vaidade, não há problema.

      2. Não há diferença ontológica entre colocar um brinco e, por exemplo, aplicar tintura.

      3. Não tens como saber se Nossa Senhora faria ou não faria tal coisa. Isso é especulação apenas.

      4. Ainda que ela não fizesse, Nossa Senhora é nosso modelo de virtudes e não exatamente de cada detalhe. Os santos se santificaram sendo eles mesmos. Não posso me santificar sendo São Francisco. Preciso me santificar sendo Aline. Se é para imitar Nossa Senhora não só na virtude, mas em cada mínimo detalhe de sua vida, eu preciso manter a virgindade, usar um véu 24h por dia e não só na igreja etc. As coisas não são assim. Há muita confusão hoje em dia porque, querendo as pessoas fugir do relativismo, acabam caindo no extremo oposto do rigorismo, que tem forte sabor jansenista. E tanto o laxismo quanto o rigorismo foram condenados pela Igreja como heresias no campo moral.

      Excluir
    2. Vamos lá, para uma saudável discussão:

      1: Para o caso de cirurgias e botox temos o risco médico. Acho que não vale a pena. As tinturas de cabelo, tem o mal que a química faz e a perda de tempo em fazer isso. Acho que o que vc falou não se aplica;

      2: Pode não haver ontologicamente porém a nível físico, riscos, dinheiro, perda de tempo,...não se justifica...acho que vai mais para vaidade mesmo;

      3: OK. concordo, porém sinceramente não consigo imaginar esta cena. Especulo que ela aceitaria a própria decadência física do corpo;

      4: OK, concordo. Valeu pelo puxão de orelha, pois sou muito 8 ou 80 (kkk)

      Paz e Bem

      Excluir
    3. Aí é uma questão pessoal tua e não da moral da Igreja, caríssimo. E evidentemente não estou falando em não aceitar a decadência natural do corpo. Não estou falando em senhoras ridículas se portando como novinhas, mas em embelezar aqui e ali como é próprio da natureza feminina. Nada grotesco.

      Excluir