Quando é tempo de tosquia...

domingo, novembro 16, 2014

Telmo de Lima Freitas, um dos grandes cantores do Rio Grande, e que já morou no Itaqui quando era policial federal (e eu também morei lá com meu marido, que é delegado de Polícia, e lá nasceu nossa primeira filha, Maria Antônia), eternizou em seus versos a prática da tosquia de lã à moda gaúcha, a chamada "esquila". 



Quando é tempo de tosquia Já clareia o dia com outro sabor Quando é tempo de tosquia Já clareia o dia com outro sabor
As tesouras cortam em um só compasso Enrijecendo o braço do esquilador As tesouras cortam em um só compasso Enrijecendo o braço do esquilador
Um descascarreia, outro já maneia E vai levantando para o tosador Um descascarreia, outro já maneia E vai levantando para o tosador
Avental de estopa e faixa na cintura E um gole de pura pra espantá o calor Avental de estopa e faixa na cintura E um gole de pura pra espantá o calor

Estamos justamente nessa época lá na estância, em que os peões reúnem o rebanho e tosquiam as ovelhas e cordeiros para a safra de lã para vender e também pelo calor para os animais não sofram. Fomos, com as crianças, dar uma conferida nesse trabalho.

Usei um vestidinho bem fresquinho, pois estava muito quente (logo choveu, como vocês podem ver nas fotos com o tempo se armando). Dá para manter a modéstia sem suar, né?






VEJA TAMBÉM

0 comentários

Modest Fashion Network

Curta no Facebook

Moda e modéstia

Estou no Instagram @aline.brodbeck