Comprimentos de saia

quinta-feira, abril 10, 2014

Olá... Estou aqui de novo para dar algumas dicas sobre o comprimento das saias para mantermos não só a elegância como, principalmente, a modéstia. 

O Apóstolo São Paulo ensina, na Palavra de Deus:

"Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis?" (1 Co 6,19)

Temos, por isso, que prestar atenção na mensagem de nossas roupas, naquilo que nosso corpo veste, para melhor glorificar a Deus com isso. Até porque tudo que fazemos deve ser motivo de dar glória ao Senhor: "Portanto, quer comais quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus." (1 Co 10,31)

Dito isso, vamos a uma imagem que ilustra bem os tipos de saia conforme o comprimento:



Não existe um "dress code" cristão descrito em documentos infalíveis. Mas, conhecendo a psicologia masculina, como ela reage diante da sensualidade feminina, e sabendo dos princípios morais que nos ensinam que o corpo deve ser velado, protegido, para não mostrarmos as partes que podem ferir a castidade e ofender a Deus.




Nesse sentido, a saia curta e a saia mini (ou minissaia) devem ser descartadas por qualquer mulher, mesmo não cristã, que reconheça sua própria dignidade e não queira passar por aí uma mensagem equivocada. Evidentemente, se isso se aplica às saias curtas e mini, muito mais à saia micro (ou microssaia), que eu nem chamo de saia, mas, jocosamente, de "cinto" um pouco mais largo.

Uma única observação que faço é que, dependendo do corpo da pessoa que usa, do ambiente, da situação, do estilo da saia, a curta talvez possa ser usada modestamente com uma legging por baixo. Evidentemente, é um recurso um tanto fashionista demais para o meu gosto e que, a princípio, apesar de poder ser modesta, corre grandes riscos de não ser elegante, e só cairia bem naquelas mais estilosas e modernas.

Os comprimentos aceitáveis, de acordo com o bom senso, para uma saia que preserve a dignidade da mulher são, de acordo com a imagem acima, as de tamanho padrão, as na altura do joelho, as midi, as na altura da canela, as na altura do tornozelo, e as longas ou maxi

Essas nomenclaturas não são tão rigorosas. Muita gente - inclusive eu - considera que as midi e as na altura da canela formam um só tipo de comprimento de saia: chamada justamente de saia midi, englobando aquelas que, na figura acima, são descritas como midi até aquelas que começam na altura da canela. De igual forma, a partir da altura da canela até a altura do tornozelo, alguns - novamente, inclusive eu - chamam de saia longa, diferenciando-se da maxi que é aquela última que vai até os pés.

Não importa tanto a nomenclatura agora. Importa saber que da saia padrão até a maxi estamos lidando com comprimentos que não violam a pureza feminina. As saias que vão da na altura do joelho até a maxi são sempre seguras - evidentemente, tratando-se de uma modelagem que não cole tanto no corpo a ponto de revelar, imprudentemente, todas as formas, e de um tecido que seja decente. 

Já a saia padrão, que fica um pouco acima do joelho requer algum cuidado. 

a) Se a pessoa é magra, ou mesmo que tenha o corpo malhado, definido, não tem as pernas excessivamente torneadas, dá para usar. 

b) Caso as pernas sejam um pouco mais grossas, mais detalhadas na sua definição, convém usá-la com uma meia-calça que não seja tão fina e evitando saltos muito altos - porque ele torneia ainda mais a panturrilha e também dá a impressão de "pernas de fora". Uma rasteira, um scarpin de salto baixo, serão melhores.

c) Já para quem tem realmente perna grossa, é melhor evitar. A peça não é, de si, imodesta, mas parece não ser tão conveniente para quem tem esse tipo de corpo. Novamente, São Paulo: "Tudo me é permitido, mas nem tudo convém." (1 Co 6,12)

Aqui algumas fotos minhas usando saia nesses comprimentos.





















Que saibamos unir a modéstia à elegância. Tantos versículos já coloquei acima sobre o recato nas roupas. Mas na Sagrada Escritura também encontramos exemplos de mulheres elegantes.

A Bíblia fala da mulher virtuosa na famosa passagem de Provérbios 31. Ela tem graça e sabedoria, é laboriosa, seu marido é honrado nela, seus filhos a louvam, é caridosa e forte, sabe que se a beleza é vã, deve cultivar a inteligência e dar amáveis instruções. Pois bem, essa mesma mulher virtuosa de Provérbios se veste bem, é elegantíssima: "suas vestes são de linho fino e de púrpura." (Pv 31,22)

Querendo mais dicas sobre o uso da saia, exemplos concretos com fotos e explicações, cliquem no marcador "saias" aqui no blog.

POSTS RECOMENDADOS

2 comentários

  1. Aline, na foto em que você aparece com saia e casaco jeans, considera a saia como sendo de tamanho "padrão" (de acordo com a imagem que você postou)?

    ResponderExcluir
  2. Oi, Luana,

    Sim, aquela saia jeans é do tipo lápis em comprimento padrão.

    ResponderExcluir

Modest Fashion Network

Curta no Facebook

Moda e modéstia

Estou no Instagram @aline.brodbeck