Hangouts 2015! Preparem-se!

terça-feira, janeiro 20, 2015

Esse ano de 2015 promete! Depois de participar de vários hangouts, eu, Aline Brodbeck, em meu canal Femina no Youtube, terei a honra de receber, ao longo do ano, várias convidadas ilustres. Algumas delas já me confirmaram, e muitas outras virão.





Preparem-se! Teremos excelentes entrevistas sobre moda, elegância, recato e formação da mulher cristã, e bato-papos super femininos por hangout, ao vivo, com:


* Mariana Simionato, do Blog da Mari Simionato;

* Letícia Barbano, do Modéstia e Pudor;

* Liana Netto, do A Moça Católica, e Carolina Maldaner, também do Modéstia e Pudor;

* Marcela Kamiroski, do Caritas in Veritate;

* Ana Caroline Campagnolo, do Vlogoteca.



E muito mais vem por aí!

POSTS RECOMENDADOS

3 comentários

  1. Oi, Aline... Neste blog tu tratas também de formação da mulher católica, né? bom, gostaria que tu abordasses um assunto muito comum (e polêmico) no mundo das moças mais jovens: as baladas, festas à noite.
    Algumas pessoas saem espumando excomunhões sobre qualquer jovem católico universitário que frequente as baladas...
    Como sou jovem (17 anos, quase 18 haha), nas baladas para minha idade sempre haverão casais se agarrando, moças muito imodestas, gente bebendo descontroladamente. Sempre vai tocar um pouco de funk, por mais "comportada" que a casa noturna seja, apesar de eu detestar esse tipo de música. Entretanto, músicas ridículas tocam nas lojas, vemos casais descaradamente se beijando no shopping, moças imodestas nas ruas, jovens se drogando no parque da quadra ao lado de onde moro. Além disso, sou uma moça! Não tenho problema com as gurias seminuas, isso não me leva a pecado algum. Uso vestidos apenas um pouquinho acima do joelho, ou seja, não saio como uma periguete. Bebo, sim: meia taça de champagne para brindar. Depois disso, só água. E nunca usei drogas. Acredito não cometer nenhum pecado nas baladas...

    Estarei iniciando meu curso de Direito na PUCRS este ano (serei tua colega daqui algum tempo, haha). Sabes, a universidade é uma etapa importante da minha vida e as baladas fazem parte disso tudo, assim como ser calouro, o primeiro Vade Mecum, fazer estágio, etc. Gosto muito de dançar, de estar com os amigos, ouvir música alta depois de uma semana com a cara enfiada nos livros. Uma pena que tenhamos que, talvez, negar tal entretenimento porque algumas pessoas não conseguem aproveitar a vida de forma santa e sadia. :/

    Será mesmo que o pensamento por princípios, e não por regras, condena as baladas, mesmo sabendo que eu não faço nada errado lá? Poderia abordar um pouco sobre isso em um post? Muito obrigada!! :D

    ResponderExcluir
  2. Francine, a idéia é ótima, e vou pensar em como desenvolvê-la. Na prática, a maioria dos locais são, ao menos, perigosos. Mas EM SI são neutros. É preciso prudência, oração, bom senso, formação e o conselho de pessoas piedosas e santas.

    Obrigada por partilhar comigo tuas angústias. Podes me procurar privadamente por e-mail para conversar, se queres.

    Parabéns pela aprovação na PUCRS. Quando for a POA quem sabe não nos encontramos?

    Um grande abraço e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  3. Podemos marcar um dia e tomar um café por lá... Adoraria te encontrar!! :)

    ResponderExcluir

Modest Fashion Network

Curta no Facebook

Moda e modéstia

Estou no Instagram @aline.brodbeck